response

Responsivo, mobile ou app? O que a Weaver recomenda?

Neste post vamos abordar qual é o sentido dos três termos, aplicado a exemplos reais. Afinal, são muitos os pedidos para desenvolver aplicativo quando a necessidade da empresa é apenas ter um site responsivo, ou vice versa. Apesar da finalidade ser quase sempre a mesma, os detalhes técnicos diferenciam um do outro – e isso influencia no resultado final, tanto em termos de experiência quanto em custo.

Estratégias de marketing bem aplicadas para promover aplicativos podem ampliar a maneira como os negócios são vistos. Mas os mesmos esforços podem ser combinados quando a sua ferramenta online é amigável a diferentes formatos de telas, e neste último caso, atualizações são mais fáceis de serem tratadas.

O que é um site responsivo?

É um site cujo o código fonte de elementos visuais se adapta ao formato de tela dos usuários, desde desktops até aparelhos celulares, passando por tablets e smartphones. O site torna a experiência de uso mais confortável independente do dispositivo utilizado, pois o conteúdo se adapta ao tamanho da tela sem perder o objetivo de sua comunicação. Sites não responsivos causam desconforto e exigem que o usuário amplie a visualização para navegar, sem falar no fato de que vários recursos do site podem ser descartados ou funcionar de forma incorreta – como menus, vídeos e javascript.

O Brasil possui mais de 110 milhões de usuários conectados ã Internet, e boa parte opta por acessar via dispositivos móveis. Estima-se que mais de 70% dos negócios entre empresas ou entre marcas e usuários começam a partir da visita do website do futuro fornecedor. O país registra números acima dos 40 milhões de smartphones em uso. Ou seja, é um mercado do qual não se pode ignorar.

Para saber se um site é responsivo, basta acessar ele em diferentes plataformas (desktop e smartphone, por exemplo), ou mesmo reduzir a tela do navegador em desktop e ver se a disposição dos elementos for alterada para “caber na tela” e dar ao conteúdo o máximo de legibilidade. O site da Weaver é um exemplo deste padrão.

O que é site mobile (ou web app)?

Um web app é amigável a telas diferentes assim como o site responsivo, mas utiliza um formato diferente e apresenta suas informações em formato de listas, para facilitar a navegação. É comum a empresas de e-commerce ter uma versão desktop e outra como site mobile, como exemplo da Americanas ou do Walmart. Porem, ter as duas versões implica em um custo dobrado de desenvolvimento.

Quando o servidor de um site com duas versões reconhece o dispositivo de origem do acesso, envia automaticamente para a versão correta. No caso, o acesso via smartphone é redirecionado ao web app. Este redator já teve a oportunidade de produzir um site com esta característica. Por experiência, para o caso aplicado gerou demanda e esforço em dobro, e não é recomendada em circunstâncias como sites de conteúdo ou sites institucionais.

Vale a pena investir em um aplicativo?

Aplicativos são totalmente diferentes de web apps. Podem até levar à mesma finalidade – caso do site globoesporte.com. O aplicativo existe para o GE apenas para levar o usuário a navegar no site iniciando por um ícone próprio na tela do smartphone. Mas em sua essência, o APP tem natureza de desenvolvimento próprio, sob o uso de ferramentas destinadas a este fim.

Resumindo, um aplicativo é um software que precisa ser baixado e instalado em dispositivos (smartphones ou tablets), e roda diretamente a partir do sistema operacional, diferente do web app – que “roda” a partir do acesso de qualquer browser mobile. Os aplicativos podem proporcionar melhores experiências aos usuários, uma vez que utilizam recursos do próprio aparelho para seu desempenho.

Para o usuário, faz sentido baixar o app quando seu uso será mais constante, mas há aquele usuário resistente a baixar aplicativos. Por se tratar de um software, o APP terá que lidar com as diferenças entre os sistemas operacionais existentes no mercado (como IOs, Android e Windows Phone). É uma tecnologia mais nova e com mão de obra ainda crescente. Por estas razões, o custo de um projeto pode até ser triplicado, em comparação às demais opções citadas, mesmo sem levarmos em conta as estratégias de marketing adotadas e aplicadas em cada opção.

Em contrapartida, o APP tem uma taxa de conversão maior e pode ser a solução para grandes volumes de informação onde somente um aplicativo pode atender. Você pode, por exemplo, baixar o aplicativo de sua loja favorita e receber alertas sobre produtos e promoções, além de ações comuns ao web app ou ao site adaptável, como realizar compras e postar seus comentários sobre os itens disponíveis.

Sites responsivos da Weaver

Acreditamos na responsividade como o primeiro fator gerador de retorno em marketing e vendas. Apostamos que um site responsivo é a chave que abrirá portas para novos negócios em vários níveis do mercado. A boa exposição e a experiência proporcionada amplia as chances de conversão em vendas, visitações, indicações e compartilhamento de conteúdo.

Nós, da Weaversite, oferecemos sites responsivos e servidores de alta disponibilidade para que a sua empresa apareça bem nos celulares dos seus clientes.